terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

O Destino de Júpiter

Lançamento: fevereiro de 2015

Direção e Roteiro: Andy Wachowski e Lana Wachowski

Sinopse: Jupiter Jones (Mila Kunis) é a descendente de uma linhagem que a coloca como a próxima ocupante do posto de Rainha do Universo. Sem saber disto, ela segue sua vida pacata trabalhando como empregada doméstica nos Estados Unidos, país onde vive após deixar a Rússia. Um dia, ela recebe a visita de Caine (Channing Tatum), um ex-militar alterado geneticamente que tem por missão protegê-la a todo custo e levá-la para assumir seu lugar de direito.

Estava louca para ver este filme desde o ano passado, pois ele era programado para ser exibido nos cinemas na mesma época que Jogos Vorazes – A Esperança Parte 1. Por causa disso, foi adiado para fevereiro deste ano e assim que saiu fui correndo ver. Claro que o fato de ter sido escrito e produzido pelos irmãos Wachowski (os mesmo que criaram Matrix) só pôs fogo na minha animação. E quando eu vi o trailer? Ahhhhhh! Foi muito legal o trailer. As roupas da protagonista me lembravam Star Wars. Quem não baba por aquelas roupas? Além do fato de ser uma história nova, nada de adaptação literária... Tudo isso me chamou muita atenção mesmo.


Júpiter
Então na primeira oportunidade, lá estou eu no cinema. O filme tem mais de duas horas de duração e te deixa completamente ligado na história. Não percebi que eram mais de 21 horas antes da sessão terminar. Gostei muito das atuações da Mila e do Channing. Você consegue sentir cada emoção que eles sentem. Até quando Júpiter está de saco cheio e não quer nem olhar para a cara do Caine. Você meio que fica com aquele sentimento também, com certeza eu também agiria da mesma forma naquela situação.
Caine
Outro ponto super positivo é que Júpiter é uma mocinha legal. Sério! Nada daqueles gritinhos histéricos e nem de ficar que nem uma mandona exigindo explicações. As coisas vão acontecendo e naturalmente quem está em volta vai explicando para ela.

Júpiter e Caine fugindo com as botas patinadoras dele
As cenas de lutas foram muito, mas muito bem feitas mesmo. E uma das que mais gostei, sem dúvida, foi quando Caine está tentando tirar Júpiter da Terra e eles são atacados. A câmera gira com eles, e aquelas botas patinadoras dele são um máximo.
As abelhas reconhecem a realeza genética de Júpiter
O roteiro apresenta muitas coisas inovadoras, mas tem referências excessivas com outras produções, além de Star Wars posso citar O Quinto Elemento. Sim, eu tirei esse filme do baú rsrsrs. Um dos vilões do filme é a cara do vilão do filme O Quinto Elemento. E quando digo a cara, não me refiro apenas ao figurino do filme, mas principalmente a personalidade. Então isso me incomodou um pouco.
Os três herdeiros Abrasax do trono: Balem, Titus e Kalique
A família de Júpiter é da Rússia e várias vezes eles falam em russo e demonstram ser uma daquelas famílias barulhentas e cheias de problemas. Eu gostei disso, foi mais real do que muita retratação de família que você pode ver nas telefonas.

Mas eu saí do cinema com muitas perguntas. Achei que passaram a história correndo na minha frente e muita coisa ficou sem explicação. Eis algumas perguntas: “ A Kalique está ou não está do lado de Júpiter? O que aconteceu com Titus? Quem são e o que fazem os Skyfly? Quem coordena ou como é organizada a Aegis? Se Júpiter se tornou a Rainha do Universo, alguém deveria ter alguma estrutura para ela ficar, não é? Tipo um castelo ou forte em outro lugar que fosse dela já que esse posto já existia antes... Mas pelo que vi ela é só dona da Terra, então porque o termo Rainha do Universo?
Júpiter com os Aegis
Bem, essas e outras perguntas ficaram na minha mente assim que acabou o filme e não tenho como sanar elas. Acho difícil fazerem um novo filme, já que nos pontos que eles deveriam focar inicialmente eles não o fizeram e agora a história termina um pouco, só um pouco ilógica. Acho que vou ter que guardar todas essas perguntas pra mim.

Júpiter casando com Titus

Apesar de todos esses pontos ruins recomendo e muito esse filme. Tem várias partes engraçadas e querendo ou não o filme nos leva a uma reflexão: O que a humanidade estaria disposta a fazer pela juventude eterna? Essa realmente, é uma questão de difícil resposta.



12 comentários:

  1. Além de Star Wars e Quinto Elemento, também Star Trek, Homens de Preto e próprio Matrix. Falta nesse filme, como em muitos outros, uma trilha sonora que não seja só de efeitos, mas que também tenha temas memoráveis, como Star Wars. De qualquer modo, o filme é bem divertido e envolvente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, faltou aquele som único que só de ouvir te remete para a história. Como Star Wars e Star Trek tem. Melhor seria se tivessem feito uma série da história, seria mais aproveitada.

      Excluir
  2. Nossa! Eu quero muito assistir esse filme. Channing Tatum é o cara! "My name is Jeff", rá, rá. Iria assistir "O Destino de Júpiter" ontem, sendo que o pessoal aqui preferiu assistir "O Jogo da Imitação", filme bom também, até recomendo. Parabéns pela postagem, mandou bem.

    Abraço.

    www.autormatheusmelo.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Matheus! Assista sim e depois me conte o q achou ;)

      Abraço ^^

      Excluir
  3. Ai ainda não tinha ouvido falar desse filme. Mas fiquei muito curiosa agora. Quero muito assistir. Parece muito bom.

    Inquietudes Secretas

    ResponderExcluir
  4. Olá,
    Nunca tinha ouvido falar desse filme, mas parece ser bacana. Ele é bem no estilo que eu gosto e aprecio, realmente fiquei curiosa, pena que estou mega sem tempo.
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando der pra assistir me diga o q achou Inês ^^

      Bjoss

      Excluir
  5. Dá uma agonia quando o filme acaba te deixando cheio de dúvidas né, e isso porque esse ainda tem mais de duas horas! Mas ainda assim, todos os pontos positivos que você apontou me deixaram mais na vontade ainda de assistir. Já tava na minha lista de 'quero ver', nem sabia que tava no cinema já! Vou correr lá :p

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem resenha nova no blog de "Eve & Adam", vem conferir!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade Carol, dá agonia mesmo... Pois sé fiquei de olho no lançamento pq se mudaram a data uma vez podiam ter mudado de novo, ainda bem q isso não aconteçeu. Quando ver me diga o q achou...
      Bjoss

      Excluir
  6. Vou confessar que só fui assistir por causa do Channing, hihi. O filme realmente deixou muitos pontos em aberto sobre o universo criado pelos roteiristas, mas eu ainda tenho esperanças de que tenha uma continuação. Acho que fizeram esse final que termina sem terminar direito para eles terem a opção de escolher depois (caso o público reagisse bem) entre continuar ou não. Como o principal vilão foi Balem e ainda restam 2 irmãos, acho que pode ter mais um filme pro Titus e outro pra Kalique. Como a Kalique é a mais desmiolada, seria super legal ver a faceta mais cruel dela. Ah, estou seguindo o blog ♥

    The Fat Unicorn

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seria legal mesmo Elisa. Também torço para q façam um novo filme. História pra contar com certeza tem. Obrigada por seguir blog ^^

      Bjos

      Excluir

♥ Theme por Erica Pires © 2013 • Powered by Blogger • Todos os direitos reservados • Melhor Visualizado no Google Chrome • Topo