sexta-feira, 7 de agosto de 2015

Um Geek Encantador

Lançamento: Novembro de 2011

Direção: Jeffrey Hornaday


Sinopse: Dylan (Sarah Hyland) é a típica garota popular da escola que todas as outras sonham ser, pertencente a uma minoria elitizada da escola, mas sua vida começa a mudar quando se torna o projeto de um curta sobre popularidade. Josh (Matt Prokop) convida Dylan para ser a estrela de seu filme que será exibido numa competição de curtas de todo o Estado. Dylan vê na oportunidade do curta uma fácil promoção para se tornar a rainha da primavera, então ela e Josh fazem um acordo de ajuda mútua.

A primeira vista parece um filme bobinho de adolescentes, eu mesma não dei muito crédito. Dylan é mimada e muito sem noção, possui conceitos preconceituosos e um namorado atleta por interesse. Ela se mostra uma pessoa vazia de perspectivas e cheia de futilidade, alvo perfeito para o projeto de curtas de Josh sobre popularidade.



Josh começa há passar os dias com Dylan, além de gravar todos os momentos de sua vida e rotina, faz uma série de questionamentos a fim de descobrir quem é realmente Dylan. As respostas são tão vazias que Josh começa a ficar numa berlinda sobre aonde quer chegar com seu projeto. O professor orienta Josh a cavar mais fundo, então Josh começa a descobrir uma Dylan que ninguém conhece.


Ele se infiltra na casa dela, conhece seu pai mesmo sem querer e acaba participando ativamente da vida de Dylan mesmo sem ter intenção. A candidata à rainha da primavera acaba passando mais tempo com Josh do que com suas amigas e as coisas começam a sair do seu rígido controle, ameaçando totalmente seus sonhos.

Podemos perceber que Dylan criou um personagem, sacrificando até antigas amizades, para poder alcançar um sonho. Um exemplo disso é que ela escondia de todos que era extremamente inteligente, pois isso seria um conceito nerd e não popular, o que prejudicaria alcançar seu sonho. Josh se vê num dilema ao terminar de filmar, não sabe como deveria editar o filme já que o que achava ser não se confirmou então precisa decidir qual Dylan mostrar para todos.


Não vou falar mais se não vou contar todo o filme, mas realmente o filme me surpreendeu com uma profundidade inesperada. Dylan nos cativa durante o filme. Um filme que inicialmente era centrando em Josh passa a ser centrado em Dylan, o telespectador nem sente essa mudança pela brilhante direção de Jeffrey. Além de nos fazer perceber que muitas coisas apresentadas no inicio do filme na verdade se desdobravam em outras totalmente diferentes. Meu conselho é que vejam o filme sem preconceito e sem quererem definir logo de cara quem é quem, escolham descobrir aos poucos. Uma curiosidade é que o casal principal acabou namorando de verdade, mas hoje não estão mais juntos.

Este é um excelente filme para relaxar e ao mesmo tempo nos fazer pensar outras coisas de ângulos diferentes. Ótimo filme para um fim de tarde.


4 comentários:

  1. OI
    eu já assisti esse filmes várias vezes e gosto dele.
    è um filmes simples e leve, gostoso de se assistir e Dylan e Josh são uns fofos.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Adorei o post, eu ainda não vi o filme mas estou bem ansiosa e entusiasmada para ver. Nunca mais tinha visto nenhum filme da Disney, mas sempre gostei pois eles retratam um romance adolescente bem gostoso de assistir.
    Visite meu blog :) http://palavrasambulantes.blogspot.com.br/2015/08/marejando.html
    Um beijão amore.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Veja sim. Tem vários filmes da Disney legais.

      Bjoss

      Excluir

♥ Theme por Erica Pires © 2013 • Powered by Blogger • Todos os direitos reservados • Melhor Visualizado no Google Chrome • Topo